PJ detém no Algarve suspeito de integrar rede internacional de tráfico de droga

A Polícia Judiciária (PJ) deteve no Algarve um homem suspeito de pertencer a um grupo “altamente organizado” de tráfico internacional de cocaína, sob o qual pendia um mandado de detenção emitido pela justiça brasileira, foi divulgado esta quinta-feira.

O homem, com 32 anos, foi localizado e detido no Algarve pela Unidade de Informação Criminal da PJ, “após pesquisas e diligências operacionais que decorreram durante vários dias”, refere aquela polícia em comunicado.

[Já saiu o quinto episódio de “Operação Papagaio” , o novo podcast plus do Observador com o plano mais louco para derrubar Salazar e que esteve escondido nos arquivos da PIDE 64 anos. Pode ouvir o primeiro episódio aqui, o segundo episódio aqui, o terceiro episódio aqui e o quarto episódio aqui]

O detido, explica a PJ, integrava uma rede internacional de tráfico internacional de cocaína, sendo o responsável por toda a logística associada à preparação da viagem de “correios” de cocaína desde o Rio de Janeiro, no Brasil, para a Europa.

Pelos crimes, adianta a polícia, homem pode vir a ser condenado a uma pena de 15 anos de prisão.

Presente ao Tribunal da Relação de Évora, no Alentejo, a instância judicial com competência para decidir a sua extradição, determinou a prisão preventiva do suspeito até à conclusão do processo de extradição, conclui a nota.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Fonte: Observador

Scroll to Top